Alcançando o peso ideal... Transformando um sonho em realidade ;)

"O sucesso é a soma de pequenos esforços, repetidos dia sim e no outro também!"
Cheguei!!! Alcancei minha meta!!! Graças a Deus!
"Nunca duvide do seu potencial, você pode quando você quer, você consegue quando você luta." Eu lutei e concluí: cheguei aos 60k! 47k off!!!

Gostou? Siga você também e indique a seus amigos!

Controle de Peso

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Cuidado com o jejum antes dos exercícios físicos


Não é muito difícil alguém dizer que acorda e vai para academia sem tomar café da manhã, ou que depois de um dia de trabalho vai praticar exercícios sem comer nada.
Geralmente acontece isso por falta de tempo, por não ter se programado ou com a intenção de queimar mais calorias e emagrecer mais rápido.
Mas, sabia que para ter um bom desempenho na prática de exercícios, e em conseqüência queimar gordura corporal, é essencial ter se alimentado de forma adequada antes de praticar exercícios??? Ficar um longo período sem se alimentar pode resultar em vários sintomas desagradáveis, como: raciocínio confuso, cansaço, dores de cabeça, tontura, etc.
São sintomas relacionados ao processo de hipoglicemia, isto é, a queda da glicose na corrente sanguínea.
Durante o exercício há um aumento do gasto energético e ocorre uma alteração no metabolismo. Se você estiver sem comer há muito tempo ocorre a queda da glicemia, então o organismo começa a usar a proteína como fonte de energia, e dessa forma você perde massa magra (massa muscular). O seu rendimento também cai muito, você se sente cansado, não tendo o mesmo desempenho que teria se estivesse se alimentado corretamente.
Quem pratica exercícios de manhã e não realiza o café da manhã ficará facilmente mais de dez horas em jejum. Isso pode favorecer o aparecimento de infecções, já que o organismo está debilitado devido à falta de nutrientes.
O ideal é consumir pelo menos uma fonte de carboidrato (pão, fruta, barra de cereais, aveia, torrada) uma a duas horas antes dos exercícios. Caso a refeição anterior seja o café da manhã, almoço ou jantar, é importante fazer uma refeição balanceada, com mais grupos alimentares.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Farinhas que emagrecem


Elas têm o poder de amansar a fome e reduzir os estoques de gordura. Se combinada a uma dieta leve, enxugam até 5 quilos em 30 dias!
Isso porque saciam (você se contenta com menos comida) e atrasam o esvaziamento gástrico (a fome demora para voltar a dar sinal). Outras ainda ajudam a equilibrar o metabolismo e, para isso, basta polvilhar duas colheres de sopa por dia no alimento pronto como no iogurte, no suco, na salada, na sopa... Algumas farinhas têm sabor neutro e outras levemente amargo, nesse caso, use-as em farofa, panqueca, pão, bolo. No entanto, o resultado só é percebido se você consumir esse tipo de farinha, todo dia. É importante beber mais água para facilitar a ação das fibras. 
Sugestão: uma colher de sopa no café da manhã e outra no lanche da tarde, na fruta ou no suco.  Mas, se quiser, adicione-a na salada ou na sopa, no almoço e no jantar.



  1. Farinha de maracujá
Ela impede a absorção de parte da gordura presente nos alimentos. A responsável por essa ação é a pectina, presente aos montes na parte branca da casca da fruta. A farinha não fica atrás: tem 20% dessa fibra solúvel, segundo estudo feito pelo químico e pesquisador Armando Sabaa Srur, da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). No estômago, a pectina se transforma num gel e diminui a fome.
  1. Farinha de banana verde
O forte dessa farinha é o amido resistente. Ele reduz a carga glicêmica da refeição evitando picos de açúcar no sangue e o aumento da produção de insulina – hormônio que, em excesso, faz o organismo estocar gordura. Os estudos ainda revelam que, no intestino, esse amido alimenta as bactérias do bem. Resultado: o intestino funciona melhor e perder peso fica mais fácil.
  1. Farinha de linhaça
Na forma de farinha, a linhaça se mostrou ainda mais eficiente para afinar a cintura. Isso porque o ômega 3, guardado dentro da semente, fica mais acessível e deixa as células menos inflamadas. Essa gordura boa ainda interfere na leptina – hormônio que controla o apetite. Triture a semente em   casa para preservar o ômega 3. Outra opção é comprar a farinha estabilizada, mas, ainda assim, armazene-a num pote escuro e na geladeira.
  1. Farinha de berinjela
Com até dez vezes mais fibras que a berinjela in natura, a farinha ajuda a tirar a fome. Pesquisadores da UFRJ acompanharam dois grupos de mulheres que se submeteram a uma dieta hipocalórica. Um deles, no entanto, aderiu a farinha no dia a dia e teve mais facilidade de seguir a dieta, perdendo mais peso que o outro grupo.
   5. Farinha de frutas e cereais
Mix de casca de frutas (uva e maçã) e sementes (linhaça), ela concentra fibras e ômega 3. Quando chegam ao estômago, as fibras, especialmente as solúveis, aumentam os níveis de CCK (outro hormônio que controla o apetite). “Estudos recentes também mostraram que o ômega 3 pode equilibrar os níveis de insulina no organismo e, com isso, regular a leptina”, diz Andrea Dario.
By Prosa;)

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Transforme a geladeira em amiga da dieta



Abrir a geladeira é um hábito tão corriqueiro que tem até gente que faz sem motivo, só para pensar... Mas quantas vezes você já fez isso e acabou beliscando alguma coisa? Abre para pegar ovos, belisca um pãozinho com manteiga; abre para guardar sobras do almoço, dá mais um bocado na sobremesa...
Não é fácil resistir à tentação. Por isso, aqui vão truques de nutricionistas para evitar que a geladeira vire a arquirrival da dieta. Junto com reeducação alimentar e prática de exercícios físicos, essas dicas podem acelerar a meta de emagrecer e controlar o peso.
  
Não encha a geladeira de guloseimas

Quando bate aquela vontade de comer guloseimas, qual será a sua primeira ocorrência? A geladeira, claro. Mas, se você não armazenar guloseimas nela, ficará mais difícil manter o hábito de beliscar. "Não ter o que buscar para comer em momentos de ansiedade ou fome fora de hora é uma forma de prevenir o ganho de peso", arremata a nutricionista Amanda Epifânio, da clínica CITEN, em São Paulo. 


Deixe a sua geladeira repleta de legumes, verduras e frutas
Se você contar apenas com alimentos saudáveis, o consumo deles será inevitável. "É uma forma de melhorar a qualidade nutricional de quem faz dieta. Além de ricos em vitaminas e minerais, esses alimentos são fontes de fibras, que podem aumentar a sensação de saciedade e prevenir beliscos ", afirma a nutricionista Amanda.
Só não exagere nas porções, pois até mesmo legumes e frutas podem ameaçar a dieta! "O consumo precisa ser feito conforme a recomendação da Organização Mundial da Saúde, 400g desse grupo de alimentos por pessoa diariamente", recomenda a nutricionista Jackeline Venâncio, da Equilibrium Consultoria, em São Paulo. 
  
Conserve alimentos já prontos para o uso
Já que legumes, verduras e frutas só acrescentam benefícios à dieta, nada de deixar que a preguiça de prepará-los impeça seu consumo. "Alimentos cortados, porções pequenas de saladas de frutas, verduras lavadas e legumes ralados são um convite à dieta, já que, na maioria das vezes, pulamos a alimentação saudável por preferir a mais 'prática', industrializada", ensina a nutricionista Camila Attademo, da Clínica Libert, no Rio de Janeiro. "Mas fique atento ao tempo em que esses alimentos ficam na geladeira para que não percam vitaminas e minerais", adverte Jackeline. Segundo a nutricionista, um alimento conservado em 10ºC (média das geladeiras) costuma durar dois dias. 

Congele para planejar

Com comida congelada, fica mais fácil planejar um cardápio saudável. "Ter na geladeira uma preparação previamente programada, que fica pronta para o consumo em poucos minutos, ajuda a evitar pedido de comida delivery, que nem sempre é saudável", ensina a nutricionista Amanda, da CITEN.

Guarde carnes já temperadas
A carne - seja de boi, frango ou peixe - é uma ótima fonte de proteínas, que ajudam você a se sentir satisfeito. Facilite o preparo: "Além de guardar as carnes temperadas, também podemos guardá-las empanadas com farinha integral para assar", diz a nutricionista Camila Attademo. Lembre-se, apenas, de que a carne estraga depois de um certo tempo, mesmo na geladeira. Segundo as nutricionistas, esse alimento dura apenas 72h após a compra e, se o tempo de espera para o consumo precisar ser maior, o ideal é congelar.

Fique longe da geladeira em momentos de ansiedade e euforia

Em momentos de ansiedade, é comum que a geladeira seja a primeira vítima. Segundo Amanda Epifânio, as alterações de humor podem comprometer a capacidade de moderação de um indivíduo. "Abrir a geladeira para saciar não a fome e, sim, um sentimento pode virar um ato repetitivo, de compulsão", alerta Jackeline Venâncio. Para esses momentos, Camila Attademo dá a dica: "Antes de abrir a geladeira, beba 500 ml de água". 

Evite abrir a geladeira sem motivo

Quem nunca abriu a geladeira por força de hábito? O famoso "abrir a geladeira para pensar ou pra ver o que que tem" pode ser um convite a beliscar desnecessariamente. "Estabelecer horários para refeições fará com que você não abra a geladeira sem necessidade e, assim, consiga regrar melhor a sua alimentação", indica Jackeline. 


Tire os imãs de comida delivery
Quando a fome ou vontade de comer aperta, a comida delivery parece ser a opção mais prática, ainda mais se a sua geladeira estiver repleta de imãs com essa opção. Mas o serviço de entrega nem sempre oferece as opções de cardápio mais saudáveis. "Embora sejam práticos e rápidos, eles vêm sempre carregados de um valor nutritivo ruim", diz Jackeline Venâncio. Evite a tentação de ligar para um desses locais e abasteça a geladeira com alimentos saudáveis já preparados. 

 

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Sete alimentos termogênicos que ajudam a emagrecer



Todas as atividades realizadas pelo corpo consomem energia, certo? Isso inclui o processo digestivo, que pode ser usado a seu favor para emagrecer quando o que está em questão são os alimentos termogênicos. Esses alimentos são capazes de aumentar o gasto calórico do organismo durante a digestão e o processo metabólico.
De acordo com a nutricionista Daniela Cyrulin, de São Paulo, quanto mais difícil for a digestão do alimento, maior será o seu poder termogênico. A nutricionista funcional Luciana Harfenist, do Rio de Janeiro, explica: "As substâncias termogênicas contidas em certos alimentos têm a capacidade de aumentar a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e aumentando a queima de gordura. A termogênese é um processo regulado pelo sistema nervoso e interferências neste sistema podem ajudar no controle de emagrecimento e obesidade".
No entanto, sabe-se que não existem milagres quando o assunto é perder peso. Para que esses alimentos mostrem resultado, é necessário aliá-los à dieta regrada e exercícios físicos. Além disso, os termogênicos possuem algumas restrições. "Quem tem hipertireoidismo não deve ingeri-los, visto que o metabolismo já está muito elevado, o que aumenta o risco de perda de massa muscular", exemplifica Daniela. Luciana também lembra que crianças e gestantes, pessoas com cardiopatias, hipertensão, enxaqueca, úlcera e alergias não devem abusar desses alimentos, pois eles podem levar a aumento da pressão arterial, hipoglicemia, insônia, nervosismo e taquicardia.
Saiba quais são os principais alimentos termogênicos e aprenda a utilizá-los - mas sem esquecer de passar antes por uma avaliação nutricional:

Pimenta vermelha: Esse tipo específico de pimenta é rica em capsaicina, substância que favorece o aumento da quebra de gorduras no tecido adiposo. Ela aumenta em até 20% a atividade metabólica se ingerida na quantidade de três gramas por dia, podendo ser adicionada em saladas e pratos quentes como tempero.


Chá verde (Camellia sinensis): "Assim como a pimenta, esse chá favorece a utilização da gordura corporal como fonte de energia em função do estimulo metabólico", afirma a nutricionista funcional Luciana Harfenist. Para que o efeito aconteça, a nutricionista Daniela Cyrulin aconselha cinco xícaras de chá por dia durante três meses. Mas, cuidado: quem tem insônia não deve ingerir o chá verde na parte da tarde ou noite.


Canela: A nutricionista funcional Luciana Harfenist destaca que, além de aumentar o metabolismo basal, a canela possui alto teor de cálcio mineral, substância importante para o emagrecimento. Polvilhada por cima de frutas (aproximadamente uma colher de chá rasa), contribui com o emagrecimento e ainda torna a refeição deliciosa, como aconselha a nutricionista Daniela Cyrulin. 


Gengibre: Essa raiz pode aumentar o gasto calórico em mais de 10%. "O gengibre pode ser consumido de diversas formas, cru, em marinadas para temperar carnes, aves e peixes, e ainda fica ótimo em molho de tomate, sopas de legumes e chá, quando misturado com outras ervas", sugere a nutricionista funcional Luciana Harfenist. A quantidade indicada pela nutricionista Daniela Cyrulin é de duas fatias pequenas.


Chá de hibisco: Esse chá, assim como os demais termogênicos, aumenta a temperatura corporal durante a digestão e, conseqüentemente, aumenta o metabolismo. Para que o efeito seja positivo, a nutricionista Daniela Cyrulin aconselha um litro por dia, sendo que, para um litro de água, deve-se usar uma colher de sopa da flor.


Alimentos com Ômega 3: A nutricionista funcional Luciana Harfenist explica que o omêga 3 é encontrado em peixes - como salmão e atum - e em oleaginosas. Ele aumenta o metabolismo basal, melhora a retenção de líquidos e facilita a comunicação entre as células do organismo.


Água gelada: Sim, até mesmo a água gelada pode te ajudar a emagrecer! Ao ingeri-la, seu organismo gasta energia para elevar a temperatura até a tida como adequada pelo corpo (algo entre 36º e 37ºC). No entanto, o efeito é muito leve. Para melhores resultados, ingira oito copos de água por dia, pois essa medida pode aumentar seu gasto calórico em até 200kcal, como afirma a nutricionista Daniela Cyrulin.

domingo, 16 de outubro de 2011

Produtos industrializados


Inspirado em:
Com a maior procura por alimentos de boa qualidade nutricional, o mercado tem investido muito nesta área e ótimos produtos vêm aparecendo.
A nossa alimentação deve ser baseada em frutas, legumes e verduras, podendo ser incrementada por outros produtos, como os industrializados. Valorizar a alimentação natural, no entanto, não significa abrir guerra na hora de usar produtos industrializados. Alguns realmente são cheios de calorias, conservantes, corantes e sódio, que podem atrapalhar a dieta causando inchaço e retenção de toxinas.
Hoje em dia, principalmente, nos centros urbanos, é praticamente impossível viver apenas consumindo produtos naturais. Por isso, é melhor ter a consciência de que ser saudável é equilibrar, controlando a qualidade e a quantidade do que ingerimos. Consumir um produto congelado ou enlatado não é problema, desde que não haja excessos e se evite aqueles produtos que fazem mal, especificamente, para o seu organismo. 

Aprenda a decifrar os rótulos destes produtos e escolha aquele que mais se encaixa na sua dieta:
- Fique atento à quantidade de gordura total. Esta deve ser igual ou menor que 5 g em um produto com aproximadamente 100kcal.

- Evite alimentos que contenham gordura trans.
- A quantidade de gordura saturada também deve ser baixa.
- É importante que você saiba que a lista dos ingredientes presente nos rótulos está em ordem decrescente da quantidade de cada um destes ingredientes. Ou seja, o primeiro item descrito é aquele que está presente em maior quantidade.
- A quantidade de sódio também deve ser observada. A coluna VD (valor diário) é onde temos o percentual do valor total diário que devemos consumir deste nutriente. Se um produto que será consumido em um lanche, por exemplo, tiver mais de 10% do VD de sódio, poderemos cometer excessos que prejudicarão a nossa dieta.

- Fique atento também à quantidade de fibra. Quanto maior, melhor. A fibra ajuda a dar saciedade e a controlar o intestino.
- Por fim, preste atenção na porção que está sendo usada como referência. Nem sempre as informações fazem referencias à embalagem inteira.
  
By PRosa;)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...