Alcançando o peso ideal... Transformando um sonho em realidade ;)

"O sucesso é a soma de pequenos esforços, repetidos dia sim e no outro também!"
Cheguei!!! Alcancei minha meta!!! Graças a Deus!
"Nunca duvide do seu potencial, você pode quando você quer, você consegue quando você luta." Eu lutei e concluí: cheguei aos 60k! 47k off!!!

Gostou? Siga você também e indique a seus amigos!

Controle de Peso

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

10 Mandamentos da dieta...

Aproveitando a época de ênfase religiosa...
10 Mandamentos da dieta:
1. Todos os dias serão iguais; não haverá diferença para sábados, domingos, feriados ou aniversários. Mesmo comendo fora de casa, mantenha-se fiel ao seu regime.

2. Não se deixe levar pela tentação dos bons amigos ou parentes:
" Só este...; Prova um pouquinho...; Está tão gostoso...; Só hoje, vai...; Um só não prejudica a dieta... ; Tem certeza que não quer?"

3. Coma devagar e mastigue bem os alimentos.

4. Não tente "compensar" aumentando o número de refeições ou acrescentando alimentos “extra”, porque não comeu isto ou aquilo no almoço ou jantar.

5. O horário das refeições deve ser respeitado. Acostume-se, desde o primeiro dia, ao número e horários de refeições estabelecido, que é normal para qualquer pessoa, mesmo aquelas que não precisam perder peso.

6. Não espere sentir sede para beber água. Sempre que sentir sede, beba água.

7. Não tome bebidas alcoólicas.

8. Pese-se diariamente. Esperar uma semana para se pesar pode significar um quilo a mais que você podia ter controlado quando eram apenas alguns gramas.
(*Aqui há grande controvérsia pelos médicos, que indicam pesar-se a cada 7 dias, mais ou menos, pois durante o regime, seu corpo costuma trazer alterações de peso diárias, para mais ou menos, e isto poderia causar-lhe tensão ou preocupação grandemente prejudiciais. *Eu me peso todo dia e acho que isso ajuda a me manter no foco).

9. Coma somente para viver; não coma para dar vazão ao tédio, ao aborrecimento, ao nervosismo, à emoção, ansiedade. Satisfazendo seu apetite físico com alimentos realmente nutritivos e seu apetite psicológico com o prazer que extrair de cada refeição,perderá aqueles quilos a mais que prejudicam sua silhueta e terá resolvido qualquer problema dessa natureza.

10. Atingindo o peso ideal, não pense que está tudo resolvido.
No final do emagrecimento, começa a manutenção. Para cada quilo perdido = mais ou menos 1 mês de estabilização.

Lembre-se que a maior interessada em sua saúde é você mesma!


terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Sabia que...


1. Cortar gorduras da dieta;
2. Fumar;
3. Consumir muito açúcar;
4. Estar sempre estressado;
5. Beber pouca água;
6. Praticar muito ou pouco exercício; e,
7. Expor-se ao sol sem proteção.

... nos fazem parecer mais velhos do que realmente somos? Então, o ideal é fazer tudo moderadamente. Coisas em excesso ou escassamente fazem muito mal à nossa saúde, principalmente para nosso físico. Você segue essas regrinhas?

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Incentivo...

Oi,
Passeando pelos blogs, conheci muitas histórias e me animei muito ao ver tantas meninas determinadas a mudarem para melhor!
Achei muitos posts, vídeos e histórias interessantes, como um questionário sobre R.A. no blog  1 ano de mudanças da minha chará, Patrícia: “Bolei um questionário simples sobre a R.A., para que eu possa me dar conta de como estou indo e assim assimilar todas as mudanças para que sejam definitivas. Este questionário me ajuda a enxergar melhor (...) a RA e os benefícios”. Vale à pena, não somente, conferir como respondê-lo também.
Taí, vou deixar um selinho livre pra quem responder o questionário em seu blog! A regra será: divulgar quem criou o questionário; divulgar quem criou o selinho; copiar e colar respondido o questionário de avaliação da R.A. em seu blog e avisar quem lhe presenteou com o selinho que a missão foi cumprida! (você pode presentear quantos blogs quiser, mas no mínimo, mais 3 blogs, com o selinho).

Então fica assim:
Ganhei esse selinho da .......... do blog ......... - muito obrigada, amiga!!! 

O selinho foi criado pela Patricia, do blog Menos massas, mais maçãs. Vem com um questionário de avaliação da R.A. e preciso repassar para um mínimo de três blogs, avisá-los um por um e a quem me presenteou, também.
O questionário foi criado pela, também, Patricia, do blog 1 ano de mudanças.

QUESTIONÁRIO DE AVALIAÇÃO DA R.A.

Há quanto tempo você está fazendo R.A.?
Iniciei minha R.A. em 09/01/11.

Qual o peso eliminado até agora?
47,5 kilos, uhuuu!.

O que deixou de consumir?
No início, deixei de consumir frituras, empanados, manteigas, leite integral, queijos amarelos, miúdos, embutidos, bebidas alcoólicas, isotônicos, massas em geral, açúcar, temperos industrializados, vinagre e feijão. Hoje, como de tudo "e não tudo", mas prefiro me abster das bebidas alcoólicas (e açúcar, sempre que possível, pois tive uma intoxicação alimentar, no fim de novembro).

O que não pode faltar no seu cardápio?
Água. Nunca fui vidrada em um único alimento, tipo: se não tiver ovo, eu não como! E depois da R.A., consigo enxergar um leque de opções para me alimentar, sem agredir minha saúde.

Qual atividade física está realizando?
Estou freqüentando uma academia, faço aulas de bike e natação, além de musculação.

O que está sendo mais difícil nesse processo?
O mais complicado foi vencer amigos e familiares, que insistiam em me oferecer produtos que não podia/queria comer. Mas, como os resultados ficavam visíveis, me tornei inspiração e consultora de muitas pessoas, porém, também fui alvo da má inveja...

Qual é o sentimento, sensação de hoje, em relação à R.A.?
“Por que  demorei tanto pra me conscientizar?  Mas, finalmente, consegui... e como vale à pena!” 

Repassando para o blog:
1
2
3
...

Aí está o modelinho! Espero receber muitos recadinhos!


domingo, 26 de fevereiro de 2012

Dieta sem gordura...

O que é essa dieta? A dieta sem gordura preconiza o banimento de todo e qualquer tipo de gordura da alimentação. Tanto a de origem animal (bacon, manteiga, carne de porco, entre outras) quanto a de origem vegetal (óleos de soja, canola, milho e girassol) devem ser evitadas. Segundo especialistas, as gorduras mais prejudiciais ao organismo são as de origem animal. 
Por serem sólidas à temperatura ambiente, recebem o nome de gorduras saturadas. Elas são responsáveis pelo aumento do colesterol no sangue. Já as insaturadas ajudam a reduzir os níveis de colesterol. 
Como ela funciona? Se cada grama de proteína ou carboidrato fornece 4 calorias, cada grama de gordura fornece mais que o dobro: 9. Logo, a tendência é que o menor consumo de gordura traga uma maior perda de peso. “Quando você restringe a gordura da alimentação, restringe também a ingestão de calorias diárias. Ao consumir menos calorias, perde-se mais peso”, explica Cláudia Cozer, da ABESO. “Geralmente, a gente consome muito mais gordura que o mínimo recomendado”, garante a especialista. 
Por que evitá-la? Todos os elementos são indispensáveis para o bom funcionamento do organismo. Até, e principalmente, as gorduras. “Se você consumir menos gordura que o recomendado, isso pode comprometer algumas funções do organismo”, alerta Cláudia. Em alguns casos, ao restringir 100% de um grupo alimentar, há uma monotonia que leva o paciente a desistir da dieta. Em outros, o paciente tende a fugir da gordura, sim, mas, em compensação, passa a abusar de outros grupos alimentares que não estão restritos, como os carboidratos, por exemplo. 
Extraído de: Revista VivaSaúde


Remédios para perder peso?

- Quem deve e quem não deve tomar remédios para perder peso?
Decidir sobre a prescrição e o uso de um remédio para emagrecer deve partir sempre de um médico, após avaliar os benefícios e os riscos envolvidos em cada caso, em cada paciente. Apesar de contarmos hoje com várias opções de medicamentos mais seguros que os antigos, não existem remédios sem riscos.
- Por quanto tempo se deve usar os remédios para emagrecer?
Ainda não se consegue uma resposta direta a esta pergunta. Cada paciente é um caso e deve ser tratado individualmente. Na bula dos anorexígenos, por exemplo, está escrito que devem ser usados por poucas semanas, até no máximo três meses. Porém, se o paciente adaptou-se e teve sucesso, pode utilizá-los por mais tempo, desde que seja acompanhado de perto pelo médico e não tenha manifestado efeitos colaterais.
Claro que, para muitos, pode não ser necessário um prazo longo. Se uma mudança de hábitos de vida ocorrer durante um tratamento de seis meses com remédios, a medicação poderá ser interrompida sem que o paciente recupere o peso perdido.
- Como é o funcionamento destes remédios?
Os remédios mais usados atuam inibindo o apetite, estimulando a saciedade ou bloqueando a absorção intestinal de gorduras.
1- Os que inibem o apetite (ou anorexígenos) são substâncias conhecidas como “anfetaminas” e podem apresentar risco de dependência, apesar de ser relativamente rara quando utilizados adequadamente. No Brasil há três tipos: a dietilpropiona (ou anfepramona), o femproporex e o mazindol.
2- Os sacietógenos reúnem os medicamentos que agem no estímulo da sensação de saciedade, ou seja, o indivíduo sente fome, mas com uma porção menor de alimentos fica satisfeito, parando de comer mais cedo. A sibutramina é a mais conhecida do grupo. Outros sacietógenos são os anti-depressivos úteis em algumas situações, como na obesidade associada à depressão ou à compulsão alimentar.
3- Os inibidores da absorção de gordura não restringem o apetite, pois não atuam no cérebro. Atuam na inibição da absorção intestinal de cerca de 30% da gordura ingerida, mas, ao comer demais, a tendência é não perder peso, porque os 30% de gorduras que deixam de ser absorvidas podem não ser uma deficiência calórica suficiente para a perda de peso.
4- Um quarto grupo seria o dos termogênicos, substâncias que agem principalmente aumentando o gasto calórico do organismo. Por razões de segurança e efeitos colaterais (aumento de freqüência cardíaca, aumento da pressão arterial, aumento da termogênese) têm sido pouco utilizados.
- Quais são os efeitos colaterais dos remédios para emagrecer?
Anorexígenos (anfepramona, femproporex, mazindol): efeitos resultantes do estímulo do sistema nervoso central, causando irritabilidade, insônia ou sono superficial, tremores, depressão ou se alternam períodos de estímulo com períodos de depressão (o que é mais incomum); ou do estímulo do sistema cardiovascular, causando aumento da pressão arterial e da freqüência cardíaca.
Sacietógenos: podem apresentar efeitos colaterais mais suaves que os anfetamínicos, causando insônia ou sono superficial, agitação, irritabilidade (que não é um sintoma freqüente).
Inibidores da absorção de gorduras: se a ingestão de gorduras for exagerada a pessoa apresentará fezes diarréicas e pastosas. Geralmente, tomado às refeições, o indivíduo elimina gotas de gorduras a cada evacuação.
Saiba mais no site http://draglauciaduarte.wordpress.com/duvidas-frequentes/obesidade/

* Eu fiz uso de remédios, por muito tempo, desde os 17 anos e sempre sem resultados relevantes. No tratamento que emagreci, o médico me receitou remédios que usei nos dois primeiros meses, após pedi para suspender e fizemos  o teste: emagreci o mesmo tanto que nos meses que usei os remédios. Prossegui no tratamento sem usar remédios... 

 

sábado, 25 de fevereiro de 2012

É Preciso Esforço...


Certo dia, um homem caminhava por uma estrada deserta quando começou a sentir fome. Não estava prevenido, pois não sabia que a distância que ia percorrer era longa.
Começou a prestar atenção na vegetação ao longo do caminho, na tentativa de encontrar alguma coisa para acalmar o estômago. De repente notou que havia frutos maduros e suculentos em uma árvore. Aproximou-se mas logo desanimou, pois a árvore era muito alta e os frutos inacessíveis.
Continuou andando e foi vencido pela fome e o cansaço. Sentou-se na beira do caminho e ficou ali, lamentando a sorte.
Não demorou muito e ele avistou outro viajante que vinha pelo mesmo caminho. Quando o viajante se aproximou o homem notou que ele estava comendo os frutos saborosos que não pudera alcançar e comentou:
Amigo, belo fruto você encontrou.
- É - respondeu o viajante - Eu o encontrei no caminho, a natureza é pródiga em frutos suculentos.
- Mas você tem a pele machucada - observou o homem.
- Ah, mas isso não é nada! São apenas alguns arranhões que ficaram pelo esforço que fiz ao subir na árvore e colher os frutos.
E o homem, agora com mais fome ainda, ficou sentado resmungando, de estômago vazio, enquanto o outro viajante seguiu em frente.
(Autor desconhecido)

Nós também somos assim... e eu não me excluo desse "nós".  Ficamos sentadas lamentando o sofrimento, mas não abrimos mão da acomodação para sair em busca da solução. Esquecemos que é preciso fazer esforços, lutar, persistir.
É muito comum ouvir pessoas gritando por um lugar ao sol, mas as que verdadeiramente querem um lugar ao sol trazem algumas queimaduras, fruto da luta pelo ideal que almejam.
Outras, mais acomodadas, dizem que “Se Deus alimenta até mesmo os pássaros, então, porque não haveria de providenciar o que necessitam?“ Essas estão certas, em parte, pois se é verdade que Deus dá alimento aos pássaros, também é verdade que Ele não o joga dentro do ninho...
Buscar é movimento, é esforço, é ação. No entanto, é preciso saber o que se busca e por qual porta desejamos entrar.
Ainda aí nossa escolha é totalmente livre. Nossa vontade é que nos conduzirá aonde queremos chegar. Sendo assim, façamos a nossa escolha e optemos por chegar lá, e chegar bem!
E aí? Vamos nos esforçar mais?
Pra quem está buscando o emagrecimento, pra quem quer se manter, pra quem quer engordar, pra quem quer modelar, pra quem quer conquistas... O resultado não vai cair no seu colo, você precisa ir buscar. Que tal pararmos de reclamar e ir em busca do que queremos?  Eu já disse isso antes e volto a repetir: "Ninguém melhor do que eu, do que você, para reconstruir a própria vida"... E eu sei bem o quanto é difícil, o quanto dói...
“A vida dói, viver dói... é melhor se acostumar”.

Aproveitem o fim de semana!


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Alimento Integral


Alimento integral é aquele que não teve sua estrutura modificada no processo de industrialização e manteve as vitaminas, minerais e fibras. Em um tratamento para emagrecer, não podemos de jeito nenhum, esquecer de colocar esses alimentos na nossa lista de preferências alimentares. Vamos entender o por quê?
Você já consumiu arroz integral? Se você já experimentou aposto que percebeu certa diferença na saciedade. Quando comemos um alimento rico em fibra sentimos que esse alimento “mata a fome” por mais tempo. Não é tão fácil para o nosso organismo digerir as fibras, o que é muito bom e nos ajuda a demorar mais para sentir fome.
Outra grande e importante vantagem é que o açúcar do alimento é liberado aos poucos na corrente sanguínea. Isso é ótimo para pessoas com Diabetes ou até mesmo para prevenir essa doença.
Os alimentos integrais são excelentes também para acelerar o nosso metabolismo (energia que gastamos para viver sem contar nenhuma atividade diária como andar, comer, trabalhar etc). Com isso o corpo gasta mais energia ajudando no emagrecimento.
Nós temos diversas opções de alimentos integrais nos supermercados como pães, massas, cereais, aveia, granola, farinha, biscoitos, cookies, etc. São deliciosos, mas devem ser consumidos na quantidade adequada. Não podemos esquecer que esses alimentos são carboidratos, que em excesso viram gordura no nosso corpo. As pessoas costumam confundir isso. Nós devemos consumir a mesma quantidade de um pão branco e de um pão integral. As calorias são parecidas, mas o alimento integral irá ajudar pela quantidade de fibra e não porque são menos calóricos. Pelo contrário, muitas vezes o alimento integral muitas vezes são um pouco mais calóricos, mas melhores para a saúde.
Não esqueçam, um pão francês contêm energia (farinha branca), sal e água. Um pão integral possui energia (farinha integral), fibras, vitaminas e minerais. Colaboram com a saciedade e mantêm a nossa saúde. Qual vocês vão escolher?

Cristiane Mara Cedra - CRN3 19470

 

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

A Quaresma vem a calhar!

Católicos ou não, aproveitar esses quarenta dias para estabelecer uma pequena meta e se abster de alguns alimentos durante o período, pode ser bastante lucrativo para nossa saúde.  Afinal, uma meta nada mais é que alcançar o objetivo dentro de um prazo, então, que tal tentar?
Pensando assim, a minha nova blogamiguinha Gigi, postou uma matéria bem legal, que mostra algumas “tentações” e suas respectivas calorias se evitadas durante o período. Aproveitem para conferir o blog e incentivá-la.

Não resisti!

Não resisti! Esse comentário da minha blogamiga Lindona, no blog da blogamiga Ramona, é assunto para post, rs:
Lindona disse:
 (...)“estou aprendendo nesse mundo virtual que SEMPRE teremos mente de gordas, pro resto das nossas vidas. Se quisermos nos manter magras, não poderemos nunca mais permitir esse tipo de pensamento. Será uma luta constante. Li numa reportagem uma vez que a tal "memória gorda" nas células adiposas continuam com o ex-gordo pro resto da vida”! Isso, porque as células adiposas apenas murcham, mas jamais desaparecem. Então, uma pessoa que pesa 60kg mas nunca foi gorda, é diferente de outra que pesa os mesmos 60kg mas já pesou 100kg um dia. A facilidade dessa segunda, ganhar peso é 10x maior. Ou seja, a sempre magra pode até se dar o luxo de abusar um ou mais dias, o ex-gordo se fizer isso por mais de 1 dia seguido, já colherá os frutos dos abusos. Então amiga, é restrição pro resto da vida. Leia-se, restrição não é proibição! Mas todo alimento pra gente terá que ser com cautela. Caso contrário, engordamos tudo de novo em fração de segundos. ” (...)
Sabem, comentei a respeito com meu instrutor, na academia, e... sim, ele confirmou que as células/músculos tem memória. Por isso, quanto mais ativarmos nossos músculos com exercícios físicos, mais ativaremos a memória deles, e é por isso que quando alguém habituado a se exercitar, ao parar por um tempo e depois retomar os exercícios, os músculos logo “incham” novamente... por causa da memória! 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...